Conheça a história de Maria e saiba como o Teatro Terapêutico pode te ajudar

Era uma manhã de sábado e Maria acordou ansiosa para solucionar algumas dificuldades que enfrentava no trabalho. Muito introspectiva, ela tinha dificuldades de dividir com as pessoas que a amavam as suas questões mais íntimas por medo de ser julgada e mal interpretada. Mas ela precisava de ajuda e se inscreveu em um curso de Teatro Terapêutico. Maria não sabia ao certo qual era a proposta, mas ela recebeu a indicação de uma amiga para participar e decidiu encarar essa oportunidade com muita coragem.

Chegou ao local e conheceu várias pessoas muito diferentes dela, mas que buscavam o mesmo propósito: autoconhecimento, melhora na sua comunicação e expressão. O clima era de introspecção e todos estavam calados, pois ainda não existia amizade entre eles. Para descontrair, o professor Rodolfo estimulou todos a fazerem exercícios extrovertidos e o ambiente foi tomado por risos de todos os cantos. Quando todos os participantes já estavam disponíveis para a prática e de corpo e alma presente, Rodolfo perguntou quem tinha uma situação desafiante que estivesse incomodando para expor e reproduzir em uma peça teatral, com objetivo de entender a situação e encontrar soluções para resolver. Maria decidiu se candidatar.  

Ela relatou dificuldades para realizar exames profissionais e provas em equipe e que isso estava gerando um incômodo enorme a ela. Então, ela foi convidada a reproduzir em cena esse acontecimento. Para isso, outros participantes entraram em cena representando diferentes papeis da história. No decorrer da apresentação, Rodolfo a perguntou sobre algum outro momento de sua vida que ela se sentiu oprimida e julgada e, foi nesse instante, que Maria se lembrou dos seus tempos de escola. Quando sofria bullying por parte de seus colegas. Eram memórias distantes, mas que se faziam presentes até hoje nas suas dificuldades profissionais.

Para tentar resolver essa questão do passado, Rodolfo pediu a Maria que representasse em cena o que acontecia com ela. Todos que estavam nesse dia participaram do teatro. Maria reviveu momentos de muita angústia, pois essas memórias eram sofridas, mas, em contrapartida, teve a oportunidade de reescrever e ressignificar a história. Em uma apresentação teatral, Maria deu diferentes rumos para o bullying que sofreu na época e, em cena, reagiu de uma forma muito espontânea, livre de julgamentos e libertadora às atitudes dos colegas de sala. Naquele momento, Maria sentiu que o conflito antigo estava se dissolvendo.

Maria deixou esse dia de curso muito emocionada, com sentimento de liberdade e uma energia de autoconfiança muito grande que a envolvia da cabeça aos pés. Esse era apenas o início de uma caminhada transformada que ela estava se propondo a trilhar. O primeiro passo foi dado!

O Teatro Terapêutico também pode te ajudar:

– É uma prática lúdica, relaxante e que te conecta com as suas necessidades;

– É um método que investiga questões humanas através de representações teatrais;

– O Teatro Terapêutico Expressão Total é influenciado por diferentes estilos terapêuticos de teatros para incentivar o desenvolvimento humano, com objetivo de despertar potenciais e habilidades socioemocionais.

Se interessou pela prática, mas está com dúvidas? Entre em contato!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *